topo cmt curva azul2


INSTITUCIONAL

TIJUCAS

COMUNICAÇÃO

LEGISLAÇÃO

Estudantes contam experiências no projeto “Parlamento Jovem”

jovens deputadosA Câmara Municipal de Tijucas recebeu a visita de estudantes do 3º ano do ensino médio da E.E.B. Profª. Olívia Bastos na última quinta-feira, dia 16. Eleitos “deputados jovens” em 2014, cinco estudantes da instituição foram convidados para compartilhar suas experiências sobre o Programa Parlamento Jovem.

A concessão do espaço para os alunos durante a sessão foi pedida pelos vereadores Lialda Lemos (PSDB) e Eder Muraro (DEM) (Requerimento 38/2015), sendo aprovada pelos demais parlamentares. 

Primeira a falar, a estudante Isabela Campestrini explicou como as eleições dos representantes aconteceu. “Todo o processo começou na nossa escola com a realização de uma votação secreta e direta. Dentre os 10 alunos que disputavam as vagas, cinco foram eleitos. A partir da escolha, fomos para Florianópolis representando todo o Vale da Costa Esmeralda”, contou.

Como consequência da experiência, Isabela também comentou sobre o desenvolvimento de uma consciência política. “As notícias veiculadas pela mídia nos fazem acreditar que a Política é uma coisa ruim, mas, como não a praticamos diariamente, não sabemos se isso é verdade ou não. Ao participar efetivamente desse projeto foi possível perceber como é difícil aprovar uma lei e como é necessário o envolvimento de todos os deputados para a aprovação de uma proposta”, ponderou.

De acordo com a estudante Bruna Jaques, vários projetos foram criados pelos alunos e levados para discussão. Entre as sugestões figurou o chamado “Cartão Vip”, cujo objetivo é estimular a dedicação e o esforço nos estudos. “Ao final do ano, todos os estudantes que obtiverem notas iguais ou superiores a 8 em cada bimestre ganham uma lembrancinha como forma reconhecimento”, explicou.

Outro projeto de lei teve por autoria o aluno Daniel Freire, que buscou trazer mais segurança às instituições de ensino por meio da instalação de câmeras de monitoramento. “A escola deveria ser o segundo lar do estudante, deveria ser um local seguro, mas atualmente percebemos o crescimento do bullying e até mesmo a presença de tráfico de drogas nos locais de ensino”, disse o jovem, ao defender que a medida coibiria essas ações na escola.

Em um discurso bem articulado, a estudante Talia Simas foi a última a usar a tribuna e contou sobre as mudanças proporcionadas pelo projeto. “Saímos da ALESC diferentes, já não pensamos que todos os políticos são corruptos e que todos se corrompem com o tempo. Viemos com uma mente transformada ao ver a responsabilidade que cada parlamentar carrega”, pontuou.

“Antes a gente não se interessava por Política, mas hoje, apesar de ainda existirem algumas coisas que não concordamos, tentamos fazer algo para mudar, algo para melhorar. E, aproveitando que esta Casa está cheia de jovens, eu quero dizer que se o nosso país estiver pior daqui a quatro ou cinco anos, a culpa é toda nossa, porque nós somos responsáveis pelo futuro do país”, alertou a aluna em suas declarações finais.

Depois das falas, os estudantes Jean Lincon, Daniel Freire, Talia Simas, Bruna Jaques e Isabela Campestrini foram homenageados pelos vereadores com uma moção de louvor. Os professores Elói Mariano Rocha, Márcia Reis Bittencourt e Ronaldo Leal da Veiga também foram agraciados com a moção.

Autoridades
Representando o Prefeito de Tijucas, a Secretária de Educação, Lorena de Oliveira Silva, parabenizou os estudantes pela experiência e por representarem o município com excelência. “É uma alegria muito grande poder compartilhar com os alunos da Escola Olívia Bastos um momento de conquista dos seus resultados. Parabéns professor Elói Mariano Rocha e, em especial, aos alunos que com dedicação participaram desse projeto”, elogiou a Secretária.

Para a vereadora Lialda Lemos (PSDB), é extremamente importante manter-se bem informado e, sobretudo, crítico em relação aos fatos políticos. “Em geral, ignoramos todo o trabalho do político porque é muito mais fácil seguir a mídia, assim como fazemos quando seguimos os conselhos de moda”, argumentou a parlamentar. A vereadora também disse que é muito emocionante presenciar o que a escola tem feito pelos jovens ao aproximá-los do tema, e citou Platão ao afirmar que “quem não gosta de política acaba sendo governado por quem gosta”.

Com base nas experiências vividas pelos estudantes, a Câmara Municipal pretende criar um projeto semelhante para atrair jovens para perto do cotidiano parlamentar. Segundo o presidente da Casa, vereador Eder Muraro (DEM), a intenção é fazer com o que os adolescentes conheçam o que é Política e como são feitos os trabalhos dos vereadores. “Tenho certeza de que se conseguirmos incentivar os alunos a se envolverem com Política e a lutar por um lugar melhor, com certeza o país tem jeito”, finalizou.

Parlamento Jovem
De iniciativa da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (ALESC), o projeto Parlamento Jovem tem por objetivo possibilitar aos estudantes de escolas públicas e privadas a ampliação de conhecimentos sobre política e democracia. Além disso, durante três dias os participantes têm a oportunidade de vivenciar o dia a dia dos parlamentares catarinenses em suas funções.

Áudio
Clique aqui e ouça a sessão

Por Rafael Spricigo
Assessoria de Imprensa da CMT

AddThis Social Bookmark Button

© 2013 | Joomla - v2.5 | Todos os Direitos Reservados |