topo cmt curva azul2


INSTITUCIONAL

TIJUCAS

COMUNICAÇÃO

LEGISLAÇÃO

Resumo da 5ª Sessão de Junho de 2017

sessao itinerante.22.06.2017No dia 22 de junho, os moradores do bairro da Praça receberam a visita dos vereadores da Câmara Municipal de Tijucas, que realizaram a quinta sessão itinerante do ano na comunidade. O evento, que tem por objetivo fortalecer a relação entre Poder Legislativo e comunidades, contou com boa presença de público e participação.

Clique aqui para ver as fotos

Ao iniciar a reunião, o Presidente da Câmara de Tijucas, vereador Elói Pedro Geraldo (PMDB), deu boas-vindas aos participantes e explicou como a sessão funcionaria. “Nós sabemos que muitas pessoas não têm condições de participar das sessões que acontecem na Câmara. E é por isso que estamos levando as reuniões até os bairros. Hoje, ao final dessa reunião, será elaborado um relatório com todos os pedidos feitos por vocês e todas as sugestões aprovados, sendo entregue ao Prefeito uma proposta conjunta para a comunidade”, expôs.

Durante a sessão, cada morador teve tempo de 10 minutos para reivindicar melhorias para a comunidade, fazer críticas e relatar a atual condição do bairro. No rol de investimentos, figuraram pedidos voltados à pavimentação de ruas, saneamento básico, mobilidade urbana, segurança e lazer.

1. Fala dos moradores
Para o morador João Luiz Lopes, o bairro da Praça já está bastante pavimentado, mas algumas ruas ainda precisam de mais atenção, como a Rua Geraldino Martins Reis, Voluntários da Pátria, Henrique Boiteux e Nova Brasília – essa última, segundo ele, precisa ser urgentemente pavimentada. “Em relação ao saneamento básico, precisamos fechar as valas que estão expostas à céu aberto, entre elas aquela paralela à Rua Capitão Amorim e outra à Rua Henrique Boiteux”, recomendou.

Em relação à mobilidade urbana, o morador pediu acessos mais rápidos ao Centro do Município. Já sobre a segurança no trânsito, sugeriu a adoção de faixas elevadas de pedestres para facilitar a passagem das pessoas de um lado a outro da via. “Nós gostaríamos que fossem padronizadas as faixas elevadas para pedestres. Ela funciona muito bem porque fica igual a uma lombada, mas com a faixa de segurança em cima, permitindo a travessia dos estudantes”, explicou.

Praia limpa
O chefe do Departamento de Meio Ambiente de Tijucas, Narbal Andriani Júnior, também compareceu à reunião para esclarecer o que a pasta vem fazendo. Oceanógrafo por formação, o especialista disse que é impossível, com a mão-de-obra braçal, deixar a faixa de areia da praia de Tijucas limpa. “Nós precisamos considerar que a praia possui uma característica natural de juntar galhos, é algo cíclico, para superar isso é necessário um trabalho com maquinário”, disse.

O diretor parabenizou a atuação do grupo “SOS Praia Tijucas”, que, por meio de voluntários, vem realizando mutirões de limpeza da praia. “É um movimento iniciado pela população que não pode morrer. Às vezes as coisas não são tão fáceis quanto a gente imagina, mas temos que arranjar uma alternativa”, incentivou.

Ainda segundo Andriani, Tijucas está pronta para começar o processo de coleta seletiva. Conforme expôs durante a reunião, atualmente já existem 14 famílias cadastradas para participar de uma cooperativa voltada à coleta dos materiais, número que pode ser ampliado após o início das atividades.

“Quando começamos os trabalhos à frente do Departamento de Meio Ambiente, tivemos que “destrinchar o contrato” para saber por que a coleta seletiva não estava sendo feita. Assim que o contrato da Prefeitura for revisto, a cooperativa poderá começar. Nossa ideia é fazermos uma divulgação de pelo menos seis meses para conscientizar a população e explicar sobre o funcionamento da coleta”, relatou.

Outra briga do funcionário municipal tem sido a criação de uma Fundação Municipal do Meio Ambiente, com o objetivo de fiscalizar as áreas do Município. Segundo ele, a entidade municipal estaria mais presente do que outros entes federais ou estaduais. “Não adianta imaginar que a FATMA (Fundação Estadual do Meio Ambiente) virá fiscalizar, porque não vai”, criticou.

“Feijão com arroz”
Para o morador da Praça José Luiz da Costa Júnior, falta ao Poder Executivo realizar o básico – “o feijão com arroz”, conforme comentou. Segundo o munícipe, o Município de Tijucas está muito atrasado em áreas que deveriam ter recebido a devida atenção há muitos anos, como a construção de boas estradas, melhor saúde e educação.

“Assim como a Secretaria da Saúde [com o Portal Saúde], acho que a Prefeitura deveria implantar um canal para que a população tivesse contato direto com a administração. Assim poderíamos apontar os problemas e conversar com os responsáveis. Seria uma maneira de o povo ajudar ao dizer onde existem as falhas”, sugeriu.

O morador ainda deu um puxão de orelha nos companheiros de bairro por não estarem presentes na reunião da Câmara de Vereadores. De acordo com a opinião dele, os moradores deveriam participar, e não apenas reclamar.

Causas populares
O jornalista e morador do bairro Praça, Gabriel Baretim, pediu a colaboração dos parlamentares na divulgação de pautas que sejam de interesse das comunidades. Um dos apontamentos feito por ele foi a falta de participação dos vereadores em relação ao movimento “SOS Praia de Tijucas”. Conforme opinou, os vereadores poderiam ajudar a publicizar os convites elaborados pelo grupo.

“É muito difícil conscientizar a população sobre a limpeza da praia sem o apoio dos vereadores. Hoje, nós usamos o Facebook para convidar voluntários – e vocês também usam. É uma forma simples de ajudar; não custa nada. É só compartilhar os nossos convites”, criticou.

O morador também comentou sobre a instalação do polo náutico em Tijucas, questionando se as novas empresas trarão benefícios para o Município que ultrapassem a geração de empregos. “Espero que vocês fiscalizem esse tal de polo náutico. Precisamos saber se essas empresas vão fazer o bem para o bairro. Afinal, quais são os benefícios? Tem que ter emprego, tem que ter renda, sim! Mas será que [esse projeto] vai atender os interesses do Município?”, questionou

2. Indicações para o bairro
Indicação nº 062/2017 – Instalar infraestrutura de saneamento básico junto à Rua João Régis, no bairro Praça. A área está com mau cheiro devido a existência de esgoto a céu aberto.

Indicação nº 078/2017 – Construção de um espaço de convivência na área verde da Rua Martin Pescador. De acordo com proposta da vereadora Fernanda Melo (PMDB), a comunidade construiu por conta própria quadras de futebol, churrasqueira, bancos e mesas de concreto, mas ainda precisam de banheiros e de melhorias na estrutura do local. Ainda segundo a parlamentar, as obras beneficiariam mais de mil pessoas. 

Indicação nº 081/2017 – Realizar a manutenção da Praça Manoel dos Anjos.

Indicação nº 244/2017 – Pavimentar as Ruas João Antônio Maurício, Durval Reis e General Brito, todas no bairro da Praça.
Indicação nº 248/2017 – Pavimentar a Rua Navegantes, no bairro da Praça.

Indicação nº376/2017 – Adquirir um equipamento chamado de “garfo enleirador traseiro”. O equipamento funciona acoplado ao trator, e irá ajudar na limpeza da praia de Tijucas.

Indicação nº 383/2017 - Pavimentar a Rua Altair J. da Silva, próximo ao SESC, localizada no bairro Praça.

Indicação nº 384/2017 - Revitalizar a Praça do Pescador, em frente à Igreja Nossa Senhora dos Navegantes, localizada no bairro Praça.

Indicação nº 385/2017 - Pintar o Ginásio de Esportes João Madalena, no bairro Praça.

Por Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Tijucas

AddThis Social Bookmark Button

© 2013 | Joomla - v2.5 | Todos os Direitos Reservados |