topo cmt curva azul2


INSTITUCIONAL

TIJUCAS

COMUNICAÇÃO

LEGISLAÇÃO

Resumo da 4ª Sessão Ordinária de Julho

DSC06849Jean Carlos dos Santos – Jean do Nico (PSC)
“Informo para a comunidade que tivemos aqui o processo para aquisição de marmitas da Prefeitura, mas até agora não tivemos resultado positivo. Não houve interessados, por que será? Mas as pessoas interessadas em prestar serviços no ramo alimentício para a Prefeitura, podem ligar no setor de Licitações 3263 8100”, disse Jean.
O parlamentar ainda comunicou que iniciará o projeto social chamado Ginga Criança, no bairro Praça, onde serão ministradas aulas de capoeira de forma gratuita. Ele ainda fez referência à campanha da remissão de juros promovida pela Prefeitura e a visita do criador do Ubotip nesta quarta-feira, dia 17.

José Roberto Giacomossi – Betinho (PSD)
“Quero parabenizar a Fundação pelo encerramento do Campeonato, foi uma grande festa, o público presente no Tiradentes não deixou a desejar para nenhum evento a nível estadual”, disse o vereador.
Betinho aproveitou o uso da tribuna para fazer um manifesto reforçando sua indicação que solicita um novo posto de Saúde para Nova Descoberta, “esperamos num futuro breve ter um novo Posto de Saúde em Nova Descoberta, um lugar com condições para receber os munícipes para oferecer uma saúde de qualidade, bom atendimento, e que a gente possa ter condições de fazer um grande trabalho”, disse o vereador.
“Quero comunicar à comunidade que tão cedo  melhore o tempo, vamos juntamente com a Secretaria de Obras consertar algumas ruas de Nova Descoberta que estão precisando de melhorias”, encerrou Betinho.

Vilson Porcincula – Tem (PP)
Fez críticas ao prefeito Valério Tomazi e o ex-prefeito Elmis Mannrich, “a justiça tarda, mas não falha, ela é implacável contra quem usa o dinheiro público. Eu não sou a pessoa mais honesta do mundo e nem pretendo ser, mas o que eu puder batalhar, fazer de limpeza e lutar pelo meu município eu vou fazer. E que o dinheiro público seja muito bem usado sim, com honestidade”, estamos entrando na justiça contra todos esses erros.

Lialda Lemos (PSDB)
A vereadora reforçou o comentário do vereador Tem, “o processo do Elmis Mannrich já foi julgado no Tribunal de Contas e ele já responde por improbidade administrativa por contratar um advogado sem OAB. De muitas pessoas ouvimos dizer que a oposição fala e nada acontece, nada fez, a gente fiscaliza, busca documentos e entrega na justiça. Mas se a justiça é lenta, demora para fazer o seu julgamento, não somos nós os culpados. Nosso dever é fiscalizar e denunciar”, disse Lialda. “Desviar dinheiro dos cofres públicos é fazer com que a pobreza sofra mais ainda, esse tipo de pessoa trata a pobreza com muita frieza e eu gostaria de saber como uma pessoa deita a cabeça no travesseiro e consegue dormir tranquilo com relação a isso. Nós que fizemos visita nas comunidades vimos o que é o sofrimento de várias pessoas”, alegou a parlamentar, dizendo ainda que os gestores compram votos para pagar com dinheiro público.


Eder Muraro (DEM)
O vereador questionou o Secretário da Agricultura sobre o motivo das pessoas procurarem o serviço de máquinas da Prefeitura e ele não é disponibilizado pela população. “Secretário, dê uma olhadinha e veja porque não estão aceitando pagar o horário da máquina, pelo menos a retroescavadeira”, pediu o parlamentar.
Eder ainda fez um pedido ao novo comandante da PM, solicitando mais agilidade e eficiência no atendimento. “A Polícia deveria deixar pelo menos uma viatura com dois policiais de plantão para atender as chamadas”, disse o vereador fazendo referência a algumas situações ocorridas recentemente.

José Leal Silva Junior – Lealzinho (DEM)
“Quero parabenizar todos os atletas que participaram do Campeonato Municipal e também o empresário Juninho Batistoti, responsável por transportar o São Cristóvão neste ano, estava tudo muito bonito”, destacou o vereador Lealzinho.

Edson Souza (PMDB)
Solicitou que fosse encaminhada correspondência para a Superintendência do INSS na Região Sul reclamando da demora no atendimento na agência de Tijucas. “Peguei uma senha para entregar um documento, fiquei três horas aguardando, e conversando dentro da agência a reclamação era geral, não pelo atendimento dos funcionários, mas pela demora, a reclamação era geral”, disse Edson.
O vereador Edson concedeu uma parte ao presidente Rogerinho que aproveitou para parabenizar os idealizadores da casa noturna Txai, localizada na P4, e ressaltou a questão da iluminação pública na referida via, “nós aguardamos que a Prefeitura ceda as luminárias e faça a iluminação da P4, a iluminação pública daquele espaço, naquele ambiente é extremamente necessária. Onde a CEREJ administra a rede elétrica, se colocou a disposição bastando apenas que a Prefeitura disponibilize as luminárias. Faço um apelo, pois a iluminação é uma questão de segurança, de eficiência”, ressaltou Rogerinho, fazendo o pedido ao Poder Executivo.
Voltando a palavra ao vereador Edson, ele reforçou a situação, “a questão da P4 é uma questão de segurança, já pedimos que dê continuidade. Hoje tem a casa noturna e a gente sabe que esse pessoal que frequenta precisa de segurança. Temos que colocar iluminação pública também na periferia da nossa cidade, pois a P4 fica na zona urbana”, disse o parlamentar.
O vereador falou de indicação de sua autoria que pede ao Prefeito a reforma da casa localizada em frente à antiga fábrica Chaves. “A casa é um patrimônio público, temos uma demanda grande de crianças para colocar na creche. Ela pode ser transformada em creche, ou fazer um convênio com um clube de mães,  pode funcionar o CAPS, temos várias alternativas. Basta o Prefeito ter interesse e vontade”, falou Edson.

Indicações

Nº 174/20136 – Vereador Edson Souza (PMDB)
Solicita ao Prefeito que analise a possibilidade de executar a reforma da casa que pertenceu ao Dr. Antônio Vergétis, localizada em frente à antiga fábrica Chaves e firmar convênio para o funcionamento do Grupo da Terceira Idade Nossa Senhora da Paz.


Nº 183/2013 - Vereador Sérgio Murilo Cordeiro (PMDB)
Solicita que o Prefeito analise a possibilidade de determinar reavaliação por parte do perito que realizou os estudos para aplicação do benefício da Insalubridade no que se refere aos ocupantes dos cargos de Motorista I da Secretaria de Saúde.
Justificativa: São apenas 03 (três) profissionais e os mesmos também transportam há anos pacientes sejam eles de consultas gerais, de HIV ou mesmo para os Centros Especializados de Câncer (CEPON), transportando sangue, materiais para análise nos centros anátomo- patológicos, pacientes de radioterapia, bem como os Motoristas III, que receberam, com justiça, o citado benefício.
“Já falei desta questão, inclusive em janeiro quando tive oportunidade de conversar com o Prefeito sobre questões relacionadas à saúde, eu falei do meu inconformismo no que diz respeito a dois segmentos, servidores públicos que acabaram não sendo beneficiados com o adicional da insalubridade, um deles são os motoristas, chamados motoristas I, nós temos três. Ocorreu que quando foi feita a reforma em 2010 se fez uma averiguação para verificar o grau de insalubridade em que os funcionários trabalhavam. Sempre foi meu posicionamento e continuará sendo, se a atividade é insalubre, independente da função, se ele está numa atividade insalubre terá que receber a insalubridade. Não confere ao juízo de ninguém de que o mesmo colega que vai numa van ou às vezes até num carro pequeno receba insalubridade esses três motoristas na época da reforma ficaram a insalubridade e isso pesa no bolso”, defendeu Serginho.
O vereador ainda falou sobre a perda de direito dos servidores quando chegam ao fim de carreira ou sofrem um infortúnio. “Quero, realmente, deixar claro a insatisfação e pedir que faça a reavaliação, acho que ninguém consegue admitir que uma coisa dessa se estabeleça”, encerrou.
O vereador Lealzinho (DEM) apoiou a indicação e afirmou que a situação relatada pelo vereador Serginho (PMDB) é inaceitável. “O técnico que veio ninguém viu, a única coisa que ele fez foi simplesmente dizer quem entrou, e os motoristas ficaram indignados porque transportam peças importantes, pessoas com tuberculose ativa e são merecedores”, falou o vereador Tem (PP).
“Acho que houve uma revolução com as reformas que se estabeleceram ao ano de 2010 a respeito do servidor público do município de Tijucas, mas tem algumas coisas que passaram despercebidas. A questão da insalubridade é um assunto que devemos estar atentos, assim como a das diárias”, ressaltou o vereador Rogerinho (PMDB).

Nº 184/2013 – Vereador Paulo Sartori (PT)

O Vereador solicita que seja analisada a possibilidade de ampliar o atendimento do transporte coletivo disponível no município aos bairros de Oliveira, Terra Nova e Campo Novo aos sábados, bem como, aos bairros de Nova Descoberta e Timbé que ainda não são atendidos por este serviço público, estabelecendo o atendimento de segunda a sábado a estes bairros.
“Em visita ao Prefeito pedi que ele resolvesse a situação e fiz o uso da tribuna, também a respeito, e não foi resolvido. Agora através da indicação faço o pedido, na Terra Nova, Campo Novo e Oliveira pedem que o transporte se estenda até os sábados e em Nova Descoberta e Timbé o transporte ainda não é feito. Em Nova Descoberta é complicada, porque a rodovia que mais mata é a SC-410 e as pessoas saem das casas e vão para a rodovia perigosa, expostos a acidentes. Peço que o Prefeito olhe com carinho e imediatamente resolva”, solicitou o vereador.
O vereador Serginho (PMDB) manifestou-se a respeito, “com esse processo licitatório que houve, que uma outra empresa venceu a licitação e a empresa não tem compromisso com transporte de outras pessoas que não são alunos. Então fica uma questão no que diz respeito a fazer um horário no domingo de manhã no Timbé ou no Oliveira se não tem passageiro, se é deficitário. Se for olhar o lado do empresário é um pouco difícil, porque ninguém consegue manter um negócio se não tiver o mínimo de lucro. As pessoas precisam ser atendidas, mas gostaria de refletir com o vereador Paulo até que ponto a Prefeitura tem como forçar que os empresários façam os horários e terem prejuízo”, ponderou o parlamentar, dizendo ser favorável a indicação.
A vereadora Lialda Lemos (PSDB) parabenizou o autor da indicação “hoje não só o interior que precisa do transporte coletivo, mas a área central também, e está na hora do Executivo pensar em fazer uma concessão. Não sou favorável a questão de trazer os alunos com outras pessoas, hoje tem que ser oferecida qualidade, estou aguardando há alguns meses o processo licitatório do transporte dos estudantes”, disse Lialda.
“O Prefeito me passou que está no contrato a questão do transporte coletivo. A mesma empresa que faz o transporte escolar irá fazer o coletivo, então eu peço que coloque em prática”, encerrou Paulo.

Requerimentos


Nº 141/2013 - Vereador Sérgio Murilo Cordeiro (PMDB)
O vereador solicita que seja encaminhada correspondência ao Prefeito Municipal, solicitando informações em face da existência de Projetos realmente concluídos para a construção de duas pontes no bairro da Joáia, sendo uma sobre o Rio Oliveira e outra sobre o antigo canal do DNOS, visando permitir a interligação da Avenida P2 e SC 410.

“Fiquei bastante preocupado com uma informação que o vereador Lealzinho passou de que há algumas áreas que ainda não foram legalizadas para a abertura da Via P2, a Avenida Carlos Humberto Ternes. Consultando o site do DEINFRA se vê homologada a sinalização e o asfaltamento da Via. E seguem informações nos corredores de que inclusive as duas pontes já foram licitadas e que a SC vai sair nas imediações do restaurante do Beto Sartori. Soube que as duas obras já estariam garantidas com emenda e uma série de coisas mais, o objetivo é saber informações, sobre quando vai ser e se realmente tem a emenda”, disse Serginho.
O vereador Edson Souza (PMDB) afirmou ter muitas dúvidas e diz suspeitar que a Avenida irá até a Rua Preta Paula e seguirá para a esquerda, para que o trânsito siga pela Rua Senador Gallotti, tirando a conclusão de que não existirão as pontes.
O presidente Rogerinho (PMDB) cumprimentou o autor da proposição e destacou a questão da mata ciliar, afirmando que as casas de Tijucas dão as costas para o Rio Tijucas e que a Secretaria de Obras e a Secretaria da Agricultura e Meio Ambiente executam a fiscalização do referido Rio.
“Realmente não temos que fiscalizar só o Rio Tijucas, mas precisamos salientar que o exemplo vem de casa, estamos numa situação que o Executivo doou terras da União em áreas de preservação permanente. Hoje estão construindo uma casa noturna em cima do rio com a autorização do município”, disse a vereadora Lialda Lemos (PSDB).

A sessão da próxima 5ª feira, dia 18, contará com a entrega da premiação do 2º concurso de desenho do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Tijucas.

AddThis Social Bookmark Button

© 2013 | Joomla - v2.5 | Todos os Direitos Reservados |