topo cmt curva azul2


INSTITUCIONAL

TIJUCAS

COMUNICAÇÃO

LEGISLAÇÃO

Vereador Rogerinho mostra preocupação com o serviço prestado pela Celesc, Cosatel e Auto Pista

O presidente Luiz Rogério da Silva, Rogerinho (PMDB) usou a tribuna durante a sessão da última segunda-feira, 05, para salientar e reivindicar melhorias nos serviços prestados pela Auto Pista Litoral Sul, Cosatel e Celesc. DSC07094-001
A situação da Auto Pista é alvo constante de solicitações do presidente do Poder Legislativo, que até o momento não teve retorno das correspondências enviadas. Entre algumas situações relatadas, estão o perigo que representam as obras na ponte de Tijucas, destacando em especial a preocupação com os veículos e pedestres que transitam sob a ponte; a falta de manutenção nas marginais e no entorno da Rodovia, entre outros.
Rogerinho também se manifestou sobre a Celesc, “se não bastasse a variação de tensão da energia elétrica no município, há muito tempo a Celesc não faz nenhum tipo de investimentos aqui, nossa cidade cresce e está precária no que diz respeito à energia elétrica. Tem apenas uma equipe para atender cinco municípios”, salientou ele, que ainda explicou que caso haja alguma ocorrência em outro município do Vale e Tijucas simultaneamente, a equipe operacional terá que se dividir para atender a demanda, o que compromete a eficácia do serviço prestado. O vereador destacou também o problema no atendimento do 0800, que é moroso. Uma audiência pública sobre o tema será proposta por ele
O terceiro assunto abordado pelo parlamentar diz respeito à Cosatel, empresa que está realizando as obras de esgotamento sanitário em Tijucas. “É indiscutível a importância da obra, mas não podemos admitir o que está acontecendo, é preciso muito cuidado e percebemos que falta zelo neste trabalho”, afirmou. O vereador deu como exemplo a Rua Barão do Rio Branco, no bairro Praça, onde identificou uma série de problemas, “Retiraram as lajotas, mas não as colocaram no lugar. Só fazem medições e não sabemos o motivo”, ressaltou.
Assim como no caso da Celesc, Rogerinho também irá propor uma audiência pública para falar sobre a Cosatel. Ele sugeriu que além dos membros da empresa, também participem representantes do Samae e da Caixa Econômica Federal, que é a fonte de recurso.

AddThis Social Bookmark Button

© 2013 | Joomla - v2.5 | Todos os Direitos Reservados |