topo cmt curva azul2


INSTITUCIONAL

TIJUCAS

COMUNICAÇÃO

LEGISLAÇÃO

SC registra 304 casos de Influenza

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) registrou até a terça-feira 304 casos confirmados de gripe pelo vírus Influenza em Santa Catarina. Do total, 129 são casos de Influenza A H1N1, 75 de Influenza A H3N2, dois por Influenza A não subtipado e 83 pelo vírus Influenza B.gripeA1-influenza

No ano passado houve registro de 984 casos. Também foram confirmadas mais seis mortes de gripe por Influenza no Estado. Os pacientes eram moradores de Araranguá, Jaraguá do Sul, Guaramirim, Massaranduba e São José. Do início do ano até terça, foram confirmadas 20 mortes de gripe por Influenza, 19 pelo subtipo H1N1 e uma pelo Influenza B. Dois óbitos suspeitos de gripe estão em investigação, aguardando resultado do Laboratório Central de Saúde Pública de Santa Catarina (Lacen). Os dados mostram que Jaraguá do Sul tem o maior número de casos confirmados de gripe por Influenza até o momento. São 54, sendo 28 do vírus H1N1, 13 do H3N2, sete relacionados ao Influenza B e seis são vírus Influenza A que estão aguardando a subtipagem pelo Lacen. Joinville, também na região Norte, apresenta 30 casos confirmados. Florianópolis apresenta 16 casos confirmados e São José 12. Criciúma tem 12 e Chapecó oito. Dos 20 pacientes que morreram, 15 iniciaram o tratamento tardiamente, após o quinto dia do início dos sintomas. A orientação é iniciar o tratamento nas primeiras 48 horas. Além disso, das 20 pessoas mortas, 12 tinham algum fator de risco associado.

O período de 21 a 27 de julho foi o que mais registrou casos confirmados de gripe por Influenza, com um aumento de 68% no número de notificações de casos de gripe no Estado em relação à semana anterior, com 25 casos confirmados. A Vigilância Epidemiológica identificou a circulação dos vírus H1N1, H3N2) e o Influenza B, praticamente em todas as regiões do Estado, com um maior número no Norte. A Dive recomenda que todos os serviços de saúde permaneçam em alerta para identificação, diagnóstico e tratamento precoce dos casos suspeitos.

 

* Diário Catarinense

AddThis Social Bookmark Button

© 2013 | Joomla - v2.5 | Todos os Direitos Reservados |