topo cmt curva azul2


INSTITUCIONAL

TIJUCAS

COMUNICAÇÃO

LEGISLAÇÃO

Menos estrangeiros que o previsto virão para SC

Santa Catarina receberá metade dos médicos estrangeiros anunciados inicialmente pelo governo federal. Dos 34 profissionais previstos há duas semanas, só 18 conseguiram validar o passaporte e emitir as passagens para virem ao Brasil, segundo o Ministério da Saúde.

O grupo desembarcou no país no fim de semana e, desde ontem, participa de um curso de aperfeiçoamento no Rio de Janeiro. Em vista disso, nem todas as 23 cidades catarinenses inicialmente selecionadas irão recebê-los. O governo federal ainda não sabe informar quantas e quais serão beneficiadas, mas deve divulgar uma nova lista ainda nesta semana. O início do atendimento será em 16 de setembro. Até lá, o grupo encara três semanas de aulas de língua portuguesa, saúde pública brasileira e Sistema Único de Saúde (SUS), incluindo simulações de consultas e de casos complexos. Ao fim desse período, os médicos passam por um teste de conhecimentos no idioma e quem for reprovado será desligado e terá de voltar ao país de origem. Entre os 18 estrangeiros que virão ao Estado, há principalmente argentinos e espanhóis. Além deles, outros 29 médicos brasileiros começam os atendimentos em SC na próxima segunda, em 27 cidades.

Já os 400 cubanos serão distribuídos por 701 cidades brasileiras que não tiveram o interesse dos profissionais brasileiros na primeira etapa do programa – entre as quais, 55 são catarinenses. Como há mais municípios do que profissionais, o Ministério da Saúde ainda não mapeou para onde eles irão. Nos bastidores, as notícias dão conta de que as regiões Norte e Nordeste do país serão priorizadas – estima-se que cerca de 163 médicos cubanos para a primeira e 207 para a segunda. Os 30 restantes devem ser enviados para o Rio de Janeiro ou São Paulo, deixando a região Sul de fora da primeira fase. Até o final do ano, outros 3,6 mil médicos cubanos devem chegar ao país, completando um total de quatro mil profissionais de Cuba cedidos por termo de cooperação com a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas).impressao-de-diagnosticos-medicos

As inscrições para a segunda etapa do programa encerram na sexta-feira. O novo grupo chega ao país no início de outubro.


* Diário Catarinense/ Imagem ilustrativa

AddThis Social Bookmark Button

© 2013 | Joomla - v2.5 | Todos os Direitos Reservados |