topo cmt curva azul2


INSTITUCIONAL

TIJUCAS

COMUNICAÇÃO

LEGISLAÇÃO

Campanha nacional incentiva participação de jovens eleitores

Dos 4 milhões de eleitores em Santa Catarina, pouco mais de 50 mil representam jovens com 16 e 17 anos. Com o objetivo de estimular o alistamento eleitoral dessa parcela e mostrar a importância do exercício da cidadania, TSE e TREs de todo o Brasil iniciam nesta semana a campanha “Jovem Eleitor”.

EleiçãoO voto é facultativo para adolescentes entre 16 e 18 anos, mesmo assim, permitir a participação de jovens na escolha de seus representantes significa incluí-los no debate sobre políticas públicas dentro do processo eleitoral. Nessa perspectiva, é preciso desenvolver nesses novos eleitores uma cultura de participação e organização popular, de pensamento crítico e de identidade social, fundamental para ampliar a pressão política que exercem sobre os governantes.

Para o desembargador do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC), Luiz Cézar Medeiros, ações que procuram incentivar a conscientização dos eleitores devem ser implementadas desde cedo, começando pela escola.

“É essencial que o jovem, com seu pensamento crítico, participe politicamente na escolha de seus representantes. E para que eles o façam da melhor maneira, é preciso que a escola, através de seus educadores, seja um instrumento de conscientização para esses alunos, inspirando-os a desenvolver plenamente sua cidadania. Além disso, ao adquirir o título de eleitor o jovem ganha maior legitimidade para criticar aqueles que ajudou a eleger”, opinou.

As eleições são de fundamental importância para a vida em sociedade. Por meio do voto são escolhidos aqueles que irão elaborar e executar as leis que organizam a vida em grupo. Por isso, não só o voto é importante, mas também que cada eleitor acompanhe as ações daqueles que se candidatam e são eleitos, exigindo o cumprimento de suas propostas.

DOCUMENTAÇÃO - Para tirar a primeira via do título eleitoral basta ir até o cartório mais próximo portando um documento de identificação oficial e um comprovante de residência. O título fica pronto na hora e não custa nada.

Como parte da campanha de incentivo ao alistamento eleitoral, os cartórios do estado receberam cartazes e folders sobre o assunto. Já no rádio, uma propaganda está sendo veiculada para informar os eleitores sobre a ação.

AddThis Social Bookmark Button

© 2013 | Joomla - v2.5 | Todos os Direitos Reservados |