topo cmt curva azul2


INSTITUCIONAL

TIJUCAS

COMUNICAÇÃO

LEGISLAÇÃO

Temporal atinge 28 cidades

Ao menos quatro cidades catarinenses – Bom Jardim da Serra, Bela Vista do Toldo, Canoinhas e Três Barras – podem ter sido atingidas por tornado ontem de acordo com a Defesa Civil de SC. Segundo o meteorologista do Grupo RBS Leandro Puchalski, ainda é necessário analisar fotos e vídeos para ter certeza se o fenômeno ocorreu.

São José do Cerrito foi o primeiro município, dos 28 atingidos por granizo e fortes ventos, a decretar situação de emergência devido aos prejuízos causados na agricultura e em casas. Puchalski explica que não se pode afirmar a existência de um tornado baseado somente na velocidade dos ventos – no aeroporto em Chapecó foram registradas rajadas de 180 km/h.

temporal-sc2302Conforme a Epagri/Ciram, Morro da Igreja, Major Vieira e Curitibanos também tiveram ocorrência de vento acima dos 100 km/h. – O tornado atinge uma área pequena e alguns detalhes confirmam a existência deles. Telhas ficam retorcidas como toalhas molhadas, árvores são quebradas pelo meio, mas o tronco se mantém de pé e os destroços não caem só para um lado – diz Puchalski. Ele explica que imagens de satélite não são ideais para se confirmar a existência de tornados, dada a pequena extensão destes. Por isso é importante analisar fotos, vídeos e relatos sobre a tempestade. Em Bom Jardim da Serra, conforme a coordenadora da Defesa Civil local, Karine Marcelino Machado, aproximadamente 200 residências foram afetadas e algumas destelharam completamente, obrigando os moradores a se retirarem às pressas. O vendaval registrado ontem provocou estragos em seis cidades da Serra e Meio-Oeste de Santa Catarina – Curitibanos, Frei Rogério, Monte Carlo, Vargem, Santa Cecília e São Cristóvão do Sul. O Corpo de Bombeiros trabalhou durante boa parte do dia na retirada de árvores das BRs 116 e 470.

Quatrocentas mil pessoas ficaram sem energia elétrica em 36 municípios da região Oeste durante o temporal. De acordo com o chefe da Agência Regional da Celesc em Chapecó, Aderbal Pedroso da Silva, houve rompimento de cabos, queda de árvores sobre a rede, placas que voaram sobre os fios e postes que caíram. Até o final da tarde de ontem cerca de 10 mil unidades consumidoras ainda estavam sem luz.

* Clic RBS

AddThis Social Bookmark Button

© 2013 | Joomla - v2.5 | Todos os Direitos Reservados |