topo cmt curva azul2


INSTITUCIONAL

TIJUCAS

COMUNICAÇÃO

LEGISLAÇÃO

5 de fevereiro: Dia Nacional da Mamografia

— A cura para o câncer de mama passa pela mamografia.

mamografiaA frase dita pelo vice-presidente de mamografia da Associação Gaúcha de Radiologia, Dakir Duarte, demonstra a seriedade da comemoração do dia 5 de fevereiro. O "Dia Nacional da Mamografia" foi criado para conscientizar as mulheres da importância dos exames de prevenção, pois as chances de cura chegam a 95% quando o diagnóstico ocorre na fase inicial. De acordo com a Confederação Brasileira de Radiologia, são esperados 57 mil novos casos da doença no país em 2014.

— O câncer de mama é curável quando tratado adequadamente em estágio precoce. Por isso, a importância da mamografia reside no fato de ser o único método exeqüível para detecção precoce do câncer de mama — destaca Dakir Duarte.

O especialista ressalta que a mamografia não causa dor nas pacientes, mas produz um pequeno desconforto que dura o tempo de exposição, ou seja, de 2 a 3 segundos. Em pacientes assintomáticos, sem lesão palpável, com ou sem histórico familiar, a mamografia preventiva deve ser anual.

— Toda a mulher acima dos 40 anos deve visitar o ginecologista anualmente para se submeter a exame ginecológico, o exame de prevenção do câncer de colo uterino, além da avaliação clínica das mamas. O exame clínico é indispensável, pois existem áreas não alcançadas pela mamografia — lembra Duarte.

Estudos médicos apontam que realizar a mamografia a cada 365 dias reduz as chances de óbito drasticamente, pois é possível alcançar o diagnóstico no início da doença. Assim, é importante que as pacientes guardem os exames periódicos de anos anteriores para uma comparação com os resultados mais recentes.

Outro instrumento criado a favor do combate ao câncer de mama é a Mamografia 3D. O exame realiza um mapeamento detalhado em toda a glândula mamária, tornando possível visualizar segmentos minúsculos da mama em três dimensões. A evolução permite que o médico perceba toda estrutura dentro da glândula mamária, melhorando o diagnóstico sensivelmente.

* Diário Catarinense

AddThis Social Bookmark Button

© 2013 | Joomla - v2.5 | Todos os Direitos Reservados |