topo cmt curva azul2


INSTITUCIONAL

TIJUCAS

COMUNICAÇÃO

LEGISLAÇÃO

Ministério da Saúde vai anunciar novos investimentos para a Rede de Urgência e Emergência de SC

Representantes do Ministério da Saúde reúnem-se nesta terça-feira, 18, com técnicos do Grupo Condutor e da Coordenação Estadual da Rede de Atenção às Urgências da Secretaria de Estado da Saúde para anunciar os novos valores de incentivos financeiros a serem aplicados na Rede de Urgência e Emergência (RUE) de seis macrorregiões de Santa Catarina. O encontro será às 13h30min, no Golden Executive Hotel, em Barreiros.

Os valores dos repasses do Ministério da Saúde permitirão a criação de novos leitos e unidades em hospitais destas seis macrorregiões que incluem Serra, Grande Oeste, Meio Oeste, Foz do Rio Itajaí, Vale do Itajaí e Sul.

Os primeiros recursos no valor de R$ 110 milhões para a RUE de Santa Catarina foram liberados em 2012, beneficiando os hospitais das macrorregiões Norte, Nordeste e Grande Florianópolis. Em junho de 2013, a portaria 1.256, do Ministério da Saúde, contemplou parcialmente as portas de entrada dos hospitais integrantes da RUE das seis macrorregiões (Serra, Grande Oeste, Meio Oeste, Foz do Rio Itajaí, Vale do Itajaí e Sul).

Em 4 de dezembro de 2013, foi publicada no Diário Oficial da União a portaria 2.941, completando a rede de urgência para todo o Estado. Com isso, serão criados leitos de UTI, leitos de cuidados prolongados, retaguarda clínica e salas de estabilização nos hospitais de pequeno e grande porte. Esses novos recursos ultrapassam os R$ 100 milhões e vão garantir um melhor custeio destas unidades.

SAUDE

"O impacto econômico de custeio para o Estado poderá chegar a mais de R$ 400 milhões por ano, e contribuirá para melhorar o acesso à saúde do cidadão catarinense”, destaca o secretário-adjunto da Saúde, Acélio Casagrande, que acompanha os trabalhos para a implantação da RUE desde a fase inicial.

Para a secretária de Estado da Saúde, Tânia Eberhardt, esses investimentos permitirão uma melhor qualificação dos leitos de UTI e também um melhor tempo de resposta nos atendimentos. “A Rede de Urgência e Emergência vem para darmos respostas mais rápidas às demandas emergenciais que chegam aos hospitais catarinenses”, enfatiza Tânia Eberhardt.

* Portal SC

AddThis Social Bookmark Button

© 2013 | Joomla - v2.5 | Todos os Direitos Reservados |